quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Farinha do mesmo saco!


Para as memórias curtas, aqui vai um refresco.

Lembram como era as investigações aqui no Brasil?

Então, era isso mesmo... Uma grande Pizza!

Hoje, temos a esperança de vermos os verdadeiros ladrões, de colarinho branco, presos, certo?
Seja um empresário podre de rico, um doleiro endinheirado ou um político influente e poderoso, certo?
Bem... no que tange a política, ainda somos enganados pelos falsos paladinos da lei. Que preferem uns e preterem outros. E isso no âmbito jurídico, deveria ser inconcebível aos olhos e ouvidos do povo brasileiro, que anda ávido por sangue, principalmente porque a cor dele é vermelha.

Amigos, vejam bem...

Se o Molusco, ou o filho, ou mesmo amigo dele roubou, precisam e serão presos!
Se a Deelmas sabia e foi condizente, cometeu crime de administração, precisa pagar da forma mais adequada!

O que não podemos admitir, é que, só alguns políticos sejam presos e penalizados.

Precisamos cobrar com veemência, para que todos os políticos que roubaram, fraldaram e extorquiram, sejam condenados e presos! Certo?
Mas é isso que você defende?

Mesmo? De verdade?

O que você faz, ou qual seu sentimento, quando um político que não seja um PTralha, é pego com a boca na botija, ou é acusado formalmente, ou tem indícios relevantes que o considere culpado?
Você se indigna da mesma forma, ou age da mesma forma que os parlamentares da CPI da Petrobrás?

Não, você nunca defenderia o Cunha Suíço Underwood, ou o Aécio Snow do helicóptero e do aécioporto, ou o Serra, Covas e Alckmin do cartel do metrô, isso você nunca faria, faria?

Pois é, você o faz!

Sim, quando você ignora que a PF, a mídia e o STF têm um objetivo comum, desbancar os PTralhas do poder e prender o PTralha-mór e isso é bom, não é?

Mas, e o restante das quadrilhas que elegemos e que mandam na porra toda?
Será que sua indignação tem validade de duração ou é apenas seletiva?

Ou como disse o Aécio Snow: - O foco é o PT!

Amigo, se você não se importa com o restante, lamento te informar, mas, de uma forma ou de outra, e mesmo que a PF prenda e a justiça condene o partido inteiro do PT, estaremos aplaudindo uma IMENSA, CALÓRICA E GORDUROSA PIZZA!!

Como fizeram os parlamentares no link abaixo:


(Clique e relembre, isto é, se você quiser!) Farinha do mesmo saco!

https://www.youtube.com/watch?v=XPhXLMFwqWo&feature=youtu.be


Abraços!

quarta-feira, 15 de abril de 2015

A crise da corrupção.


Eu concordo!!

A corrupção é que está vivendo uma crise!

Ou você realmente acha que o que foi descoberto até agora, é tudo ou só a ponta do iceberg?
Infelizmente a corrupção é um problema crônico e hoje, só sabemos de uma parte dela, devido as notícias que vemos em agências, internet e um pouco na TV.
E se continuarmos com a ingenuidade de acreditar que um único partido e um governo seja a causa da corrupção, acredito que só pioraremos a nossa situação.
Enquanto não exigirmos a mudança no processo eleitoral, impedindo o financiamento privado (CNPJ) das campanhas, infelizmente, o Brasil sempre será um dos países mais corruptos do mundo!

Dois exemplos:
1- Você vota no seu candidato preferido e esse, leva mais tantos outros com seu voto, ou seja, você ajuda a eleger a quem?
2- Sem o financiamento privado, talvez o candidato corrupto não seria eleito e caso fosse, talvez não teria a obrigação de devolver tal investimento de sua campanha. E seria mais fácil apurar o esquema de caixa dois.

Alguns exemplos de como você é apenas uma massa de manobra nas eleições:

segunda-feira, 22 de setembro de 2014


MACACO, FDP, BICHA, LADRÃO ou FAVELADO... o que ofende mais?
Quem acompanha meus posts, sabe que não tolero nenhum tipo de preconceito.

Mas no futebol, gritar macaco não pode, mas pode xingar de FDP e/ou outros palavrões mais cabeludos.

Gritar: oooooww bichaaa!
Quando o Ceni bate o tiro de meta não pode, mas pode chamar qualquer corinthiano de ladrão, analfabeto e pobre.

Não acredito que a menina que xingou o aranha de macaco seja racista.
Acho que ela apenas externou o que a maioria repete no território futebolístico, quando se dirige a um preto, seja jogador, técnico, juiz ou outro torcedor, em um momento de raiva passional e irracional.

Não que seja correto, mas quando eu tiro onda dos meus amigos são paulinos, chamando-os de Bicha ou de Bambi, não estou sendo homofóbico com eles, pois não sou!
E olha que meus amigos verdadeiramente homossexuais, nem torcem pro são paulo, rs.

Acho uma bobagem sem tamanho, julgar uma pessoa pelo que ela diz nesse tipo de ambiente.

Acreditam mesmo que a maioria dos torcedores sejam homofóbicos ou racistas?
Se sim, retiro o que escrevi, se não, vamos deixar de ser exagerados no que tange a esse esporte apaixonante, que mexe com tantas pessoas no mundo e que se tornou a válvula de escape para muitos.

Posso estar errado, mas nunca me ofendi pelos xingamentos que já recebi por ser corinthiano, pois sei que é zueira dos meus amigos; Ou são xingamento mesmo, por parte de outros torcedores, que não me conhecem e não querem me ofender, e sim, ofender a camisa ou ao time que eu torço, não tem como ser pessoal.

Me ofende mesmo, quando sou tratado pelo que aparento ser ou ter...

Nos olhares críticos as tatuagens que tenho no corpo.

Ou por não ter o olho azul e o cabelo lisinho, em um ambiente mais ariano.

Isso sim ofende! 

Pois quando é pessoal, ofende e é passivo de se tomar as medidas cabíveis.

Mas quando não é pessoal, eu tiro de letra!
.
.
.

domingo, 6 de abril de 2014

Mas que insolência!!


Como religiosos são sem noção e arrogantes (não digo crentes, para não ser jurado de pragas gospeis).
Digo isso, pois, estava eu e a Manú (minha barrigudinha), numa manhã dominical, cultivando nossas plantinhas na garagem de casa (portões abertos, aqui é interior parceiro, não tem essas neuroses com roubos/assaltos).

E, eis que surge do nada, uma senhora e uma criança com a bíblia empunhada (como espada) me cumprimentando com um falso e profissional "bom dia".
Respondi (educadamente) mas com a cara de quem tinha tudo pra ter um execelente dia, mas que estava prestes a ter o seu lindo início de dia ameaçado pelos DONOS da verdade.

Pois bem, percebendo que eu não abanei meu rabo demonstrado alegria pela visita inesperada e indeseja, a distinta senhora (noiva de jesus) direcionou sua atenção a minha cria, sim, eles estão cada vez mais adirlosos e com super poderes de abordagem! rs
Introduziu uma breve estória bíblica (sim, com e), para minha filha, "ensinando" qual o VERDADEIRO sentido da páscoa, que jesus isso, que cristo aquilo...

E eu me segurando, quase quebrando as folhinhas da planta que outrora esta recebendo meus carinhosos cuidados.

Mas fiquei firme, não disparei nenhuma pergunta (daquelas que incomodam aos seguidores de Jeová ou Cristo), fiquei lá, remexendo o vazinho de planta, como um drogado de frente com uma carreira de pó, mas que, por amor a conciência/inocência da minha filha, não quis debater sobre a podridão da religiosidade na frente dela, imaginei a confusão que isso causaria na cabecinha dela (5 anos).

Fiquei firme, mas em meus pensamentos eu vivi uma situação paralela, onde eu abordava a meninha que acompanhava aquela mulher, que veio ensinar a MINHA filha sobre a Verdade DELA.

Nesse pensamento paralelo, eu perguntei o nome da menininha (de uns 8 anos + ou -) e ela me respondeu - é Adelaíde tio (sim, esse foi o nome dela na minha fantasia vingativa).
Que lindo nome Adelaíde (mesma técnica de falsidade e quebrantamento de corações, utilizado pelos religiosos).

Adelaíde, você sabia que Deus e Jesus são duas pessoas que o homem criou?
Sabia que a bíblia, nada mais é, que contos de um povo distante, incoerente, segregador, arrogante, fanático e que mais parece com os contos da Carochinha?
Sabia que Satanás que é o cara?
Melhor que o Lula e o Obama juntos?
Sabia que a VERDADE está dentro de você e nas suas dúvidas, e não na boca ou no livro de um cara que se auto-ititula o seu líder espiritual?

Nessa minha fantasia, a mulher, santa e imaculada, que abordara a minha filha, me dirige a palavra dizendo que eu não tenho o direito de afirmar essas "inverdades" para a menininha de apenas oito anos (vale dizer que não penso exatamente como a minha vingancinha acima).

Eu, sorrateiramente como o próprio Lúcifer, digo a ela, é meeesmo?

Então me responda insólita mulher, que se acha a DONA da porra da verdade.

Com qual direito você vem no MEU domingo (9hs da amnhã), na MINHA casa, abordar a MINHA filha, vomitando SUAS crenças sobre ela, sem ao menos se preocupar ou me perguntar se pode falar com ela?

Não acha que sua insolência não tenha passado dos limites?

Mas como um passo de mágica (Puf!), volto pro mundo real, onde me encontro na garagem de casa, na cena anterior, onde a mulher mais espiritual do que a Virgem Maria se despede e convida a MINHA filha de cinco anos, a ir no templo sagrado, feito pelo Dono da igreja com o dinheiro dos trouxas que o sustenta.

E o mais absurdo, nem se despediu de mim...rs

Nota: Apenas uma dúvida, porque eles acham que podem invadir o dia de alguém, sem serem convidados a compartilhar a VERDADE deles?
Não seria mais fácil da exemplo com a própria vida?
Me causando curiosidade e desejo em ser como eles?
Acredito que essa seria uma forma mais prática e convicente, não?

Aos que chegaram aqui, obrigado, tinha que desabafar, mesmo que para ninguém...

O bom de tudo, é que ela não conseguiu estragar o meu domingo... fail!! 

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

sexta-feira, 4 de abril de 2014

João 8:36


por 

“Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.”
Podemos dizer que só temos verdadeira liberdade quando temos combinados os seguintes 4 níveis de liberdade: desejo, capacidade, oportunidade e eternidade.
Desejo: Significa você fazer o que quer fazer. Se você não faz o que quer, não é livre. Se você faz o que não quer, também não é livre.
Capacidade: Envolve você ter o conhecimento necessário para fazer o que quer. Não adianta você querer cantar. Se não tiver o treinamento adequado, você não é livre para isso.
Oportunidade: Implica em você poder realizar aquilo que deseja e sabe fazer. Posso querer pregar, e ter a habilidade de pregar, mas se morar na Coréia do Norte irei para a cadeia. Sem oportunidade não tenho liberdade.
Eternidade: A verdadeira liberdade está em você fazer o que quer fazer, ter a habilidade de fazer o que quer, ter a oportunidade de fazer, e não se arrepender disso. Se sua liberdade te traz condenação, então você não é verdadeiramente livre.
Para você pensar: Será que você é verdadeiramente livre? Até que ponto você tem vivido e agido com “liberdade”, mas ficando com a consciência pesada? Não seria hora de experimentar uma verdadeira liberdade?

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Não Importa!


Não importa o título!
Não importa o adversário!
Não importa se é a primeira vez,
Não importa o cansaço,
Não importa se somos mais de 30 milhões de loucos,
Não importa se o amor a camisa será visto de fora,
Não importa, não importa, não importa…
O que importa mesmo, é vermos um país se mobilizando para torcer ou não por um time de periferia, time do povo, time de maloqueiro e de sofredores.
Ver a grande mídia se rendendo aos nossos pés, para abocanhar umas migalhas de audiência.
O que importa é ver a minha torcida, o meu povo vibrando!
Se esquecendo do dia horrível na estação da Sé, nos corredores de produção das indústrias, nas lavouras de cana ou nas filas dos hospitais e pronto socorro, sendo mal e porcamente atendidos.
O que importa é sentir a emoção se ser corinthiano, bater forte no peito e gritar: VAI CORINTHIANS!!!
O que importa é sermos o que somos e jogarmos como nunca antes jogamos…
O que importa mesmo torcida corinthiana, É SER FELIZ!!
O resto?
Não importa, não importa, não importa…

Gerson Moura Jr.

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Entrada para Raros



No inicio era o verbo... e o verbo era Deus... e o verbo estava com Deus, e já não eram sós, ambos conjugavam-se entre si, discutiam quem seria a primeira e a segunda pessoa, quem era verbo... quem era Deus, a ação e a interpretação... quem era a parte e quem era o todo. Deus (o pai, o filho e o espírito santo), era também o verbo (regular e irregular) e todos questionavam-se sobre quem seria o sujeito e quem seria o predicado, quem se conjugaria no pretérito e quem renunciaria a forma mais que perfeita! Deus era o verbo e o verbo era Deus, conjugavam-se de maneira irregular... explicitando suas diferenças, reconhecendo os fragmentos e os complementos buscavam a medida certa. E assim... reconheceram-se uno...Eu deus, tu deus, ele deus, nós deus, vós deus... eles deus. Somos dotados deste curioso poder, mudamos nosso significado, nosso signo, nosso comportamento e nossos conceitos que por sua vez chegam ate nós depois de se modificarem muitas e outras vezes! 
Temos uma ferramenta e tanto nas mãos, e nos pés... Temos acorrentados nossos motivos de sobra pra relaxarmos e acomodarmos com a vida que levamos agora... O teatro mágico é o teatro do nosso interior...a história que contamos todos os dias e ainda não nos demos conta...as escolhas que fazemos em busca dos melhores atos, dos melhores sabores, das melhores melodias e dos melhores personagens que nos compõem, as peças que encenamos e aquelas que nos encerram...... nosso roteiro imaginário é a maneira improvisada de viver a vida... de sobreviver o dia, de ressaltar os tombos e relançar as idéias, o teatro nosso de cada dia...

O Teatro Mágico


segunda-feira, 21 de maio de 2012

Felicidade?



Disse o mais tolo: "Felicidade não existe."

O intelectual: "Não no sentido lato."

O empresário: "Desde que haja lucro."

O operário: "Sem emprego, nem pensar!"

O cientista: "Ainda será descoberta."

O místico: "Está escrito nas estrelas."

O político: "Poder"

A igreja: "Sem tristeza? Impossível.... (Amém)"

O poeta riu de todos,
E por alguns minutos...
Foi feliz!


quarta-feira, 16 de maio de 2012

A Metamorfose ou Os Insetos Interiores ou O Processo

Notas de um observador:

Existem milhões de insetos almáticos.
Alguns rastejam, outros poucos correm.
A maioria prefere não se mexer.
Grandes e pequenos.
Redondos e triangulares,
de qualquer forma são todos quadrados.
Ovários, oriundos de variadas raízes radicais.
Ramificações da célula rainha.
Desprovidos de asas,
não voam nem nadam.
Possuem vida, mas não sabem.
Duvidam do corpo,
queimam seus filmes e suas floras.
Para eles, tudo é capaz de ser impossível.
Alimentam-se de nós, nossa paz e ciência.
Regurgitam assuntos e sintomas.
Avoam e bebericam sobre as fezes.
Descansam sobre a carniça,
repousam-se no lodo,
lactobacilos vomitados sonhando espermatozóides que não são.
Assim são os insetos interiores.

A futilidade encarrega-se de maestra-los.
São inóspitos, nocivos, poluentes.
Abusam da própria miséria intelectual,
das mazelas vizinhas, do câncer e da raiva alheia.
O veneno se refugia no espelho do armário.
Antes do sono, o beijo de boa noite.
Antes da insônia, a benção.

Arriscam a partilha do tecido que nunca se dissipa.
A família.
São soníferos, chagas sem curas.
Não reproduzem, são inférteis, infiéis, in(f)vertebrados.
Arrancam as cabeças de suas fêmeas,
Cortam os troncos,
Urinam nos rios e nas somas dos desagravos, greves e desapegos.
Esquecem-se de si.
Pontuam-se

A cria que se crie, a dona que se dane.
Os insetos interiores proliferam-se assim:
Na morte e na merda.

Seus sintomas?
Um calor gélido e ansiado na boca do estômago.
Uma sensação de: o que é mesmo que se passa?
Um certo estado de humilhação conformada o que parece bem vindo e quisto.
É mais fácil aturar a tristeza generalizada
Que romper com as correntes de preguiça e mal dizer.
Silenciam-se no holocausto da subserviência
O organismo não se anima mais.
E assim, animais ou menos assim,
Descompromissados com o próprio rumo.
Desprovidos de caráter e coragem,
Desatentos ao próprio tesouro...caem.
Desacordam todos os dias,
não mensuram suas perdas e imposturas.
Não almejam, não alma, já não mais amor.
Assim são os insetos interiores.





Qualquer coincidência, é mera semelhança, ou vice e versa...

terça-feira, 20 de março de 2012

A vida é um desafio!

É necessário sempre acreditar que o sonho é possível,
Que o céu é o limite e você é imbatível.
Que o tempo ruim vai passar é só uma fase,
E o sofrimento alimenta mais a sua coragem.
Que a sua família precisa de você
Lado a lado se ganhar, pra te apoiar se perder.
Falo do amor entre homem, filho e mulher,
A única verdade universal que mantém a fé.
Olhe as crianças que é o futuro e a esperança,
Que ainda não conhecem, não sentem o que é ódio e ganância.
Eu vejo o rico que teme perder a fortuna
Enquanto o homem desempregado, viciado se afunda
Falo do enfermo irmão, falo do são, então
Falo da rua que pra esse louco mundão
Que o caminho da cura pode ser a doença
Que o caminho do perdão as vezes é a sentença
Desavença, treta e falsa união
A ambição como um véu que cega os irmãos
Igual um carro guiado na estrada da vida
Sem farol no deserto das trevas perdida
Eu fui orgia, ego louco, mas hoje ando sóbrio
Guardo o revólver quando você me fala em ódio
Eu vejo o corpo, a mente, a alma, espírito
Ouço o refém e o que diz la no ponto lírico
Falo do cérebro e do coração
Vejo egoísmo preconceito de irmão pra irmão
A vida não é o problema é batalha desafio
Cada obstáculo é uma lição eu anuncio

É isso ai você não pode parar
Esperar o tempo ruim vir te abraçar
Acreditar que sonhar sempre é preciso
É o que mantém os irmãos vivos

Várias famílias, vários barracos,
Uma menina grávida
E o irmão ta lá trancafiado
Ele sonha na direta com a liberdade
Ele sonha em um dia voltar pra rua longe da maldade
Na cidade grande é assim
Você espera tempo bom e o que vem é só tempo ruim
No esporte, no boxe, ou no futebol, alguém
Sonhando com uma medalha o seu lugar ao sol porém
Fazer o que se ele não estudou
500 anos de Brasil e o Brasil aqui nada mudou
"desesperô aí, cena do louco,
Invadiu o mercado farinhado, armado e mais um pouco"
Isso é reflexo da nossa atualidade
Esse é o espelho derradeiro da realidade
Não é areia, conversa, chaveco
Porque o sonho de vários na quebrada é abrir um boteco
Ser empresário não dá, estudar nem pensar
Tem que trampar ou ripar pros irmãos sustentar
Ser criminoso aqui é bem mais prático
Rápido, sádico, ou simplesmente esquema tático
Será extinto ou consciência
Viver entre o sonho e a merda da sobrevivência

"o aprendizado foi duro e mesmo diante desse
revés não parei de sonhar fui persistente
Porque o fraco não alcança a meta
Através do rap corri atrás do preju
E pude realizar meu sonho
Por isso que eu Afro-X nunca deixo de sonhar"

Conheci o paraíso e eu conheço o inferno
Vi jesus de calça bege e o diabo vestido de terno
Mundo moderno, as pessoas não se falam
Ao contrário, se calam, se pisam, se traem, se matam
Embaralho as cartas da inveja e da traição
Copa, ouro e uma espada na mão
O que é bom é pra si e o que sobra é do outro
Que nem o sol que aquece, mas também apodrece o esgoto
É muito louco olhar as pessoas
A atitude do mal influência a minoria boa
Morrer a toa que mais, matar a toa que mais
Ser presa a toa , sonhando com uma fita boa
A vida voa e o futuro pega
Quem se firmo falo
Quem não ganho o jogo entrega
Mais um queda em 15 milhões
Na mais rica metrópole suas varias contradições
É incontável, inaceitável, implacável, inevitável
Ver o lado miserável se sujeitando com migalhas, favores
Se esquivando entre noite de medo e horrores
Qual é a fita, a treta, a cena ?
A gente reza, foge, e continua sempre os mesmo problemas
Mulher e dinheiro tá sempre envolvido
Vaidade, ambição, munição pra criar inimigo
Desde o povo antigo foi sempre assim
Quem não se lembra que Abel foi morto por Caim
Enfim, quero vencer sem pilantrar com ninguém
Quero dinheiro sem pisar na cabeça de alguém
O certo é certo na guerra ou na paz
Se for um sonho não me acorde nunca mais
Roleta russa quanto custa engatilhar
Eu pago o dobro pra você em mim acreditar

"é isso ai você não pode parar
Esperar o tempo ruim vir te abraçar
Acreditar que sonhar sempre é preciso
É o que mantém os irmãos vivos"

Geralmente quando os problemas aparecem
A gente está desprevenido né não
Errado!
É você que perdeu o controle da situação
Perdeu a capacidade de controlar os desafios
Principalmente quando a gente foge das lições
Que a vida coloca na nossa frente assim
Você se acha sempre incapaz de resolver
Se acovarda
O pensamento é a força criadora
O amanha é ilusório
Porque ainda não existe
O hoje é real
É a realidade que você pode interferir
As oportunidades de mudança
Ta no presente
Não espere o futuro mudar sua vida
Porque o futuro será a conseqüência do presente
Parasita hoje
Um coitado amanhã
Corrida hoje
Vitória amanhã
Nunca esqueça disso!








Edi Rock - Poeta do gueto






Vejam o vídeo...